Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog sobre Imobiliário e ideias para gostar mais da sua casa

Constança Martins

Recheio de casas

Aplicações e sites que o ajudam encontrar interessados em comprar

09.02.21

moveis antigos.jpg

Se está a pensar em vender o seu imovel, mas não sabe o que fazer com toda a mobília que o acompanhou durante anos, saiba que pode ter um nova vida na casa de outra pessoa. Se não conheçe ninguem que esteja interessado em ficar com o recheio, poderá  ir à procura de quem o compre. Antes de colocar os seus objetos à venda, descubra o seu preço certo, tire boas fotografias que devem ser precisas tanto para descrever falhas quanto para transmitir as reais condições do objeto, para ninguém ficar surpreendido na altura da compra.
 
Onde vender:
  • OLX - A mais conhecida plataforma de venda online, depois do registo pode criar anúncios para cada uma das peças que pretende vender, deve criar uma descrição detalhado do anúncio e incluir informações de contato. 

  • Wallapop - O Wallapop é uma aplicação semelhente ao OLX, mas dispõe de um chat que facilita muito o processo entre ambas as partes.

  • Custo Justo - Funciona como o OLX, mas tem uma vantagem; a publicação dos anúncios é gratuita.

  • Facebook Marketplace - A maior rede social criou um "mercado de usados" onde pode anunciar os seus artigos e aguardar pelo contacto dos interessados.

  • Antiquarios - Pode mostrar os produtos atravez de portfólio criado por si, no sites em leilões ou diretamente nas lojas.
Ainda tem como alternativa os sites: hatudo.pt e Tuugo.pt, são motores de busca gratuitos de negócios e produtos.
 
Outra forma de se desfazer do recheio é doar a uma instituição de caridade.
 
Caso chegue à conclusão que o lixo é o melhor destino, deve contactar a Câmara Municipal da sua area de residência para que façam a recolha, nunca abandone monos na via pública, para além de contribuir para a poluição, está sujeito a multa por danos em património público.

 

 

 

 

Hall de entrada: Causar boa impressão logo à entrada

02.02.21
A primeira impressão visual notada por quem visita as casas para comprar, é a existência de peças desnecessárias e decoração exagerada. Como a primeira impressão é a que fica, se quer proporcionar boas sensações aos visitantes deve ter em conta alguns cuidados. De acordo com alguns especialistas em design de interiores, existem cinco regras chave que vão impressionar as visitas. São mudanças simples e muitas podem ser feitas em poucos minutos.
 
  1. Invista num ambiente bem iluminado. O hall tem o objetivo de despertar o desejo de entrar e se sentir em casa, por isso a iluminação deve ser convidativa: use lâmpadas com luz amarelada e suave.

  2. Mantenha o ambiente organizado. Como é um local de passagem, o hall de entrada deve ser livre de obstáculos, permitindo que as pessoas circulem no espaço com conforto, sem esbarrar em nada. Se lhe falta tempo para arrumar durante a semana, arranje alguns cestos decorativos para guardar os objetos, quando tiver uma visita surpresa.

  3. Sapatos: Se agora tem o hábito de tirar os sapatos que usou na rua antes de entrar em casa, arranje um lugar específico para isso: o chamado genkan (japonês) é geralmente feito em desnível e é o local para tirar, colocar e guardar os sapatos.

  4. Atenção aos cheiros: Os aromas podem ter uma influência significativa no estado de espírito de alguém quando entra num determinado local. Pode usar quase qualquer aroma agradável, desde que de forma subtil.

  5. Decoração: É importante harmonizar o estilo do hall de entrada com o da sala de estar. Mediante os seus gostos e possibilidades, pode optar por decorar o hall de entrada dando continuidade quando se passa de um ambiente para o outro, use quadros, espelhos e flores para dar um toque atrativo e especial a essa passagem.